Dizer adeus

file0001100827263

Nunca é fácil falar adeus.  Tem aquele adeus para coisas, lugares, aventuras e pessoas. Pra pessoas que se vão para sempre e para aquelas que estão aqui, estão por perto, mas que você tem que aprender a deixar ir.

Conforme a vida passa você reconhece melhor o momento de dizer adeus. Estamos acostumados a lutar até não sobrar mais nada. Até que a gente despedaça por inteiro e as coisas percam seu significado. Decidi que era a hora de aprender a deixar ir antes da destruição total. Dei adeus para amizade antigas, de infância, que eu achei por muito tempo que iam ser eternas.

Para que manter algo que me fazia mal? Que queria que eu fosse algo que não sou mais? Que não quero ser? Só porque tinha a visão de que seria eterno? Por causa das milhares de lembranças acumuladas? As lembranças ficam, as pessoas que vão. Sinto saudade em muitos momentos, mas sei que a saudade é do que era um bom tempo atrás e não do que seria hoje. Essa pessoa está melhor sem mim.

Dei adeus para amizade mais recente que eu sentia meu coração palpitar de amor e carinho. Foi um fim brusco, sem volta. Que ainda insiste em aparecer em sonhos. Que ainda existe o impulso de descobrir como ela está, se está bem, se se encontrou.

Só que aos poucos vou entendendo aqueles conselhos que ouvimos a vida toda e que ignoramos. Respeitar a si mesmo é a coisa mais vital de todas e ai você vê quanta energia é gasta a toa para agradar e manter coisas que no fundo você não quer, mas acha que tem que querer. Não quero mais. Gasto minha energia com aquilo que me faça bem. Já dizia Frida Kahlo “Onde não puderes amar, não te demores”. E assim eu faço.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s